domingo, 8 de agosto de 2010

O visto


Poderia ser chamado também de abacaxi... Ô coisinha difícil de descascar, viu?! rsrsrs
A começar, pela quantidade de documentos para providenciar. A lista que nos entregaram no consulado na primeira vez que fomos nos informar era enorme e bem complicada de entender. Ainda por cima, o senhor responsável pelo atendimento não estava em um dos seus melhores dias... =/
Depois de alguma semanas voltamos lá e o mesmo senhor estava muito bem humorado e explicou item por item em bom português do Brasil!

Vou repassar pra vocês o que de fato é necessário:

- 1 fotografia 3x4;
- Cópia autenticada da carta de aceitação da universidade portuguesa;
- Cópia autenticada da declaração de matrícula da universidade brasileira;
- Cópia autenticada do comprovante de matrícula da universidade brasileira;
- Cópia autenticada do histórico escolar acadêmico;
- Cópia autenticada do seguro saúde;
- Declaração de responsabilidade econômica por parte dos pais com o reconhecimento da firma de cada um;
- Cópia autenticada dos 3 últimos contra-cheques dos pais;
- Cópia autenticada da declaração de imposto de renda dos pais;
- Atestado médico expedido pelo SUS alegando bom estado de saúde com reconhecimento da firma do médico;
- Antecedentes criminais DPT/SSP;
- Antecedentes criminais da Polícia Federal;
- Cópia autenticada da página de identificação do passaporte;
- Cópia autenticada da certidão de nascimento;
- Cópia autenticada da carteira de identidade.


Particularidades que aconteceram com a gente:

1. A UTL não enviou a carta de aceite original, por Correios. O que fizemos: demos entrada no visto com a carta scaneada que eles enviaram por e-mail. O senhor do consulado reclamou um pouco, mas o visto da nossa colega Vanessa foi concecido assim...
2. Renda insuficiente. Aconteceu comigo (Vívian)! Anexei apenas a renda da minha mãe porque não tinha como pegar os documentos do meu pai. Dica: Qualquer parente de primeiro grau pode assumir a responsabilidade pelos seus gastos, basta ter como comprovar o parentesco. No dia seguinte eu levei a documentação da minha prima e para comprovar nosso parentesco, levei a certidão de nascimentos dela (mesmos avós maternos).
3. O atestado médico é difícil de conseguir. Dica: Procure um médico amigo da família ou o departamento médico da sua universidade.

É isso aí, gente! Não se assustem com o tamanho do post... Essa é a parte mais complicada dos preparativos do intercâmbio, mas no fim tudo dá certo! (yn)

M.V.

P.S.: Nosso visto ainda não saiu... Estamos aguardando ansiosamente =x Torçam por nós!

2 comentários:

Laura Dozza Reis e Francis Rodrigo Ziembowicz disse...

Quando vocês fizeram pedido de visto?
Bjs

Vívian Aguiar disse...

Demos entrada no pedido do visto no Consulado Geral de Portugal em Salvador no dia 20/07/2010, ou sejá, há 20 dias já!

Postar um comentário